Publicidade
Está tramitando nas comissões permanentes da Câmara Municipal de Várzea Grande o Projeto de Lei n° 76/2022 que dispõe sobre a obrigatoriedade das escolas e creches do município fornecerem alimentação diferenciada aos alunos com diabetes tipo 1 e 2. A proposta é da presidente da Comissão de Educação, a vereadora Eucaris Terezinha de Arruda – Professora Eucaris.  Segundo a vereadora, a alimentação deverá ser definida por nutricionistas e por profissionais do Conselho de Alimentação Escolar.
Para a efetivação do Projeto, os pais ou responsáveis deverão apresentar um atestado médico comprovando o estado de saúde do aluno.  “Segundo dados da Federação Internacional do Diabetes, a doença cresce 3% ao ano em crianças e adolescentes pelo mundo. Este dado é preocupante e exige ações do Poder Púbico para conter os avanços, como também estabelecer protocolos de controle para quem já encara a doença”, relata Eucaris.
A doença
A diabetes é uma doença crônica caracterizada pelo aumento dos níveis de açúcar no sangue, o que pode provocar danos em vários órgãos, se não for tratado.
A principal causa da diabetes é a má alimentação, especialmente o consumo excessivo de alimentos açucarados, industrializados e a falta de exercício físico.
O tratamento da diabetes normalmente passa por fazer alterações no estilo de vida, principalmente na alimentação.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.