Publicidade

Os brasileiros superam Espanha e Holanda nas fases anteriores, caindo para o Taiwan (que ficou com o título) na semifinal. A equipe da Coreia do Sul, maior força do tiro com arco mundial, foi surpreendida pelos Estados Unidos, que foram vice-campeões em Medelín, no outro confronto, entrando no caminho do Brasil na briga pela medalha de bronze.

Marcos e Ana Luiza não se intimidaram com o favoritismo sul-coreano. Na primeira das quatro parciais, eles anotaram 36 pontos, com uma flecha na marca dos 10 pontos, duas nos 9 e um nos 8, contra três notas 8 e um 10 dos rivais, que somaram 34 pontos, abrindo dois a zero no placar.

No set seguinte, os asiáticos reagiram e cravaram 38 pontos, com dois 9 e dois 10, mas os brasileiros foram ainda melhores, com três 10, sendo duas flechas perfeitas, no centro do alvo, e um 9. Vitória por 39 a 38 para a dupla do Brasil, que foi a quatro a zero.

An San e Je Deok levaram a melhor na terceira parcial e voltaram para o jogo com uma atuação perfeita: 40 pontos e quatro flechas nos 10 pontos, contra 37 pontos da equipe do Brasil (dois 10, um 9 e um 8). Marcos e Ana Luiza, porém, não sentiram a pressão e foram novamente superiores no quarto e decisivo set, ganhando por 38 a 37 e assegurando o bronze com um seis a dois no placar final.

É a segunda medalha consecutiva de Marcos em Copas do Mundo. Em junho, ele conquistou o ouro individual na etapa de Paris (França), derrotando sete arqueiros, entre eles o próprio Je Deok, na decisão.
 

source

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.