Publicidade

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, em Várzea Grande inicia no dia 11 de abril (segunda-feira) e vai até o dia 3 de junho, que é a data prevista para o encerramento da campanha. A Vacinação ocorre em todas as Unidades Básicas de Saúde do município.

Segundo o secretário de Saúde, Gonçalo de Barros as doses da vacina Influenza Trivalente, ainda serão distribuídas pelo Governo do Estado, e este ano a Campanha se dará somente em duas etapas.

“Na Primeira Etapa, que inicia no dia 11 de abril e vai até o dia 2 de maio, serão vacinados idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde. Já a Segunda Etapa, que vai de 3 de maio a 3 de junho, tem como público alvo crianças de 6 meses até 4 anos, 11 meses e 29 dias; gestantes e puérperas; povos indígenas; professores; pessoas com comorbidades; pessoas com deficiência permanente; membros de forças de segurança e salvamento e das Forças Armadas; caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso; trabalhadores portuários; funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medida socioeducativa e pessoas privadas de liberdade”, explicou o secretário.

O alerta da equipe técnica da secretaria de Saúde, aos pais, é para o caso das crianças de 6 meses a menores de 5 anos que já receberam ao menos uma dose da vacina influenza ao longo da vida, deve-se considerar o esquema vacinal com apenas uma dose em 2022.

“Temos mais um desafio pela frente, e todas as vacinas são importantes na proteção da nossa população. As vacinas são seguras, são produzidas pelo Instituto Butantan e eficaz contra as cepas das formas gripais H1N1, H3N2 e tipo B, estão disponíveis no Sistema Único de Saúde de Várzea Grande e a aplicação é gratuita”, afiançou Gonçalo de Barros.

Para evitar surtos da doença, que pode sobrecarregar os serviços de saúde e até levar à morte, a pasta alerta ainda para a importância da vacinação dos grupos prioritários.

“Todos devem se vacinar dos grupos elencados pelo Ministério da Saúde como sendo prioritários. É importante ressaltar que a vacina contra a gripe imuniza somente contra a gripe e não substitui a vacina contra o coronavírus. É importante manter a cobertura vacinal das duas vacinas conforme as orientações das autoridades de Saúde. As precauções contra o COVD-19 ainda são necessárias”, alertou o secretário.

Para quem vai se vacinar contra a gripe é necessário apresentar a carteira de vacinação e ou um documento de identificação com foto, ou documento de identificação da classe trabalhista.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.