Publicidade

Os brasileiros aparecem em sexto lugar na classificação, com 21 pontos e sete vitórias após 11 jogos. A seleção – comandada por Renan dal Zotto – está garantida por antecipação no mata-mata e volta à quadra no domingo (10), às 7h10 (horário de Brasília), para encarar o Japão, quinto colocado, pela última rodada. Uma vitória diante dos anfitriões pode tirar o Brasil do caminho de rivais como Polônia, Itália, Estados Unidos e a própria França nas quartas de final.

Em relação à equipe normalmente titular, o treinador promoveu duas mudanças, com o levantador Cachopa e o ponteiro Adriano nos lugares de Bruninho e Lucarelli, respectivamente. Durante o jogo, Renan fez outras trocas, com as entradas dos ponteiros Rodriguinho e Honorato, do central Leandro, do líbero Maique e do próprio Bruninho. O destaque brasileiro foi o oposto Darlan, com nove pontos.

“Tivemos a oportunidade de dar mais rodagem a alguns atletas e um descanso a outros. Essa mescla é importante e faz parte do processo de crescimento dos mais novos. O jogo desta sexta-feira foi uma oportunidade de promover essas mudanças. Foi importante para ver a evolução dos mais jovens, que estão ganhando confiança e ficando mais à vontade em quadra”, analisou Renan, ao site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

A fase final da Liga das Nações masculina será disputada entre os dias 20 e 23 deste mês, em Bolonha, na Itália, reunindo os oito melhores times da etapa inicial da competição. O Brasil é o atual campeão do torneio.

source

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.